Sparked: arte + tecnologia = mágica

por Administrador - 29/09/2014 - 11:07

A terceira lei do autor de 2001 – Uma Odisseia no Espaço (“qualquer tecnologia avançada o suficiente é praticamente indistinguível de mágica”) faz muitíssimo sentido ao acompanhar o curta Sparked, criado pela parceria entre a ETH Zurich, uma das maiores especialistas em drones do mundo, e o Cirque du Soleil.

A história mostra o mundo mágico de um profissional que se dedica a consertar luminárias. Então elas ganham vida e circulam pelo ambiente, regidas pelo eletricista. O mais interessante é que não foi preciso usar nenhum efeito especial na gravação, que durou apenas 3 dias em um galpão da ETH Zurich. O trajeto dos drones, que havia sido previamente coreografado, era controlado a partir de uma conexão wireless, e a interação entre o ator e os quadcópteros foi planejada nos mínimos detalhes.

Os bastidores mostram a dedicação da equipe e o interesse da ETH em transformar os drones em mais do que apenas robozinhos entregadores, mas também ferramentas para performances e efeitos especiais ainda não imaginados.

Não é à toa que a Disney já foi atrás de patentes para melhorar seus shows nos parques temáticos. Da mesma forma que o Cirque du Soleil fez lâmpadas voarem, imagine o que a Disney poderia fazer com o seu universo de personagens.

Se arte e tecnologia conversarem bem, estamos para ver um novo tipo de show mágico nos próximos anos.

Confira o curta abaixo:

Nenhum comentário :

Escreva um comentário:


O seu endereço de e-mail não será publicado.