Reflexões de Fim de Semana

por Sandro Alencar Fernandes - 14/01/2008 - 09:00

Neste final de semana, em uma visita a um amigo, acabamos refletindo sobre uma frase que ele fez e sobre um comentário posterior de minha esposa.

Essa reflexão trata sobre pessoas boazinhas e más. Lembro-me que no ano passado chegamos a mencionar aqui na Área Local algo a respeito. Vou Explicar.

A frase e o comentário foram, “Estou chegando a conclusão que as pessoas más são as que se dão melhor e as boazinhas muitas vezes pagam o pato por isso” e em seguida foi falado “Porém, a mundo se afasta das pessoas más”.

Bom ao conduzirmos essa reflexão percebemos que muitas vezes é assim, cito um exemplo clássico que ocorre frequentemente na vida de qualquer pessoa.

“Imaginem uma empresa que presta serviço, já devem ter percebido que os clientes que gritam mais alto, que certas vezes são grossos e mal educados muita vezes são passados na frente, no atendimento, em relação aos clientes pacientes e bem educados. Porém se percebermos com o passar do tempo as empresas tentam evitar essas pessoas mal educadas”

Bom se puxarmos na memória e refletirmos veremos que essa cena se repete em muitas outras coisas na vida. Onde quero chegar? Na minha opinião apesar desta realidade acredito em ser bom, e educado.

E você o que acha?

4 Comentários :
Sandro Alencar Fernandes:

Remo, Certíssimo. Muito bem colocado sobre o papel do "bobo". Muitas vezes isso ocorre. Acho que mencionasse palavras chaves, Atitude e gentileza.
Remo:

Olha Sandro, há uma grande diferença em "ser bonzinho" e "ser bobinho". Geralmente os bonzinhos tem muito de bobinho no meio.... Não ser bobinho, não quer dizer mal educado. Acredito que a GENTILEZA é importantíssima para nossas vidas, nossos relacionamentos, mas isso não me faz bobinho, posso ser bonzinho com atitude, com rigor: esta é a diferença. Entendi bem a sua mensagem, e isso nos leva a pensar assim mesmo, os maus, eles sempre tem vantagem, já senti isto na pele, você sabe. Mas concordo com você: Não vou mudar, prefiro ainda ser o bonzinho (menos bobinho o possível) para ter bons realcionamentos. Abraço
Sandro Alencar Fernandes:

Jonatan, Isso mesmo, tenho uma crença que a simpatia e a capacidade de convencimento por afiliação e não coerção nos torna melhores e faz com que sejamos lembrados como pessoas boas e não pessoas más. Aproveitando que mencionasse a teoria das janelas quebradas e como também já havíamos citado no final de 2007, colo abaixo o link do site fatorW que fala sobre essa teoria. Boa leitura. http://fatorw.com/2007/06/27/teoria-das-janelas-quebradas/
Jonatan da Costa:

Isso mesmo Sandro, podemos analisar este assunto utilizando o exemplo das "Janelas Quebradas", se todos forem mau educado, vai chegar uma hora que não adiantará mais ser grosso, mau educado, etc. Por isso que acredito que a educação tem que estar sempre em primeiro lugar.

Escreva um comentário:


O seu endereço de e-mail não será publicado.