Qual a sua imagem nas redes sociais?

por Administrador - 26/08/2011 - 09:57

Cada vez mais as mídias sociais são utilizadas para fortalecer a imagem corporativa e promover negócios. Porém, resultados eficientes dependem de metas e planejamento

Apesar da maioria das ferramentas na web serem gratuitas, não é tão simples promover ações eficientes. Nas redes sociais é indispensável separar o que é conta pessoal e o que é conta corporativa. Com as várias opções de mídias sociais é preciso também identificar qual a mais eficiente e a participação do público-alvo.

A rede social deve ser o meio de interação com este público, o que pode promover o que se chama de social e-commerce, ou seja, vender socialmente. Essas mídias não servem somente para vendas, mas para cativar e fidelizar clientes, resultado que dependem de um bom planejamento. “É uma troca. Você oferece alguma coisa para a pessoa. Uma informação com a qual ela se sente à vontade, se identifica, então ela ‘segue’, ela ‘curte’”, destaca o diretor de tecnologia da Agência Digital Área Local, Remo Carlo Bortoluzzi.

O ponto principal de uma campanha é compreender o objetivo da empresa. Ter um planejamento, identificar o público-alvo, se ela está na web e em quais redes. Identificar se essa ação é importante e, de como as redes sociais podem trazer resultados”, afirma Sandro Alencar Fernandes, Diretor Comercial da Área Local.

Atuar na mídia correta é essencial

O Orkut ainda é muito utilizado no Brasil, por isso, o marketing virtual é forte nesta rede. Porém, o uso do Facebook e Twitter tem aumentado, além de outras opções como Badoo, LinkedIn, Last.fm, MySpace, e outras ferramentas como Picasa, Flicker e Youtube.

O Twitter é o giro rápido, a informação rápida. O que é postado de manhã, à tarde já perde a característica. Através do Twitter monitoramos o produto e a marca e analisamos os feedbacks dos usuários das redes”, destaca Franciane Borgonovo Franz, Digital Planner da Agência Digital Área Local.

Algumas mídias sociais já possuem aplicativos que facilitam ações corporativas. O Facebook, por exemplo, disponibiliza a Fun Page, nova febre entre as empresas. São páginas personalizadas para as pessoas “curtirem”, onde podem ser incrementadas com conteúdos exclusivos, abas interativas e outras ferramentas da linguagem de programação.

Agir rápido a uma repercussão negativa

Participar das mídias sociais também envolve riscos. Os comentários podem ser tanto positivo como negativos. Por isso é muito importante que as publicações sejam monitoradas de forma constante e em caso de comentário prejudicial à imagem do produto, serviço ou marca é preciso agir rápido, solucionar o possível problema, contatar o emissor das mensagens e fazer uma retração pública.

A ideia de visualizar as mídias sociais como uma oportunidade ainda precisa ser mais difundida entre as empresas do Alto Vale do Itajaí, de acordo com a equipe da Área Local. Por isso, há um trabalho de divulgação dessas mídias que criam também um mercado de potencial serviço na região.

Participação na Revista Especial – Tecnologia da Informação

Para registrarque as Redes Sociais não são “novas modas” a Área Local participa da Edição Especial da Revista Sucesso Especial sobre Tecnologia da Informação.

Nenhum comentário :

Escreva um comentário:


O seu endereço de e-mail não será publicado.