Privacidade Digital

por Guilherme Beltramini - 29/10/2019 - 12:45

 

 

Segundo pesquisas feitas, somos mais de 126,4 milhões de brasileiros que usufruem da internet, representando cerca de 69,8% dessas pessoas são crianças de aproximadamente 10 anos de idade, pensando nisso, quando ouvimos falar em Privacidade Digital é algo do interesse de todos. Umas vez que algum conteúdo está na rede, essa informação estará registrada para sempre.

 

Este tema é importante principalmente para esclarecer algumas dúvidas dos usuários, um ponto que vale ressaltar, é que não apenas as redes sociais que expõem as pessoas, é necessário você apenas ter um endereço de e-mail para ser rastreado por diferentes empresas e provedores.

 

 

Foi por esta questão que decidimos fazer uma matéria sobre Privacidade Digital que de certa forma gera polêmica, porém é algo muito importante:

 

 

Segurança de Dados – 

 

A segurança da informação tem se tornado cada vez mais um estratégia em qualquer tipo de empresa, independente da demanda do seu cliente, as organizações tem milhares de dados institucionais que necessitam ser guardados.

 

Podemos dividir essas estratégias de gestão de dados em 3 grandes tópicos, são eles:

 

  • Seja transparente com o cliente, deixando claro qual é o serviço oferecido a partir dos dados que os clientes fornecem;
  • Solicite apenas os dados que serão de certa forma úteis para seu cliente utilizar em determinado serviço;
  • Garanta a segurança dos dados do seu cliente, de tal modo que não seja possível mapear de quem são aqueles dados;

 

Estamos vivenciando esta realidade onde a tecnologia invadiu nossas vidas, a coleta de informações não para, o qual é um caminho sem volta. Será que estamos realmente preparados e dispostos a definir o limite da privacidade digital?

 

Conteúdo Autoral – 

 

Se levarmos em consideração a atmosfera das redes sociais os conteúdos circulam a todo momento, quando um conteúdo é postado, automaticamente ele passa a ser da rede, e não mais do usuário.

 

Ou seja, por mais que a legislação brasileira confira os titulares dos Direitos de imagem, essa pode ser abafada de certa forma, dependendo dos termos de uso das mídias sociais aprovado por seus usuários.

 

É necessário que tantos os clientes como as empresas busquem mais informações e conteúdos sobre o tema, como faz o próprio Google, fornecendo determinadas explicações quanto a política de privacidade aos seus usuários.

 

 

Lei de Proteção de Dados – 

 

Em Agosto de 2018, foi sancionada  a Lei de Proteção de Dados, o qual trouxe algumas contribuições relevantes:

 

  • As entidades devem coletar apenas os dados considerados necessários para a realização da tarefa que oferecem ao indivíduo;
  • A anonimização de dados ( uma técnica de processamento de dados que remove ou modifica informações que possam identificar uma pessoa.) é garantida pela lei, sempre que possível coletados por organizações de pesquisas;
  • O usuários que fornece seus dados a algum tipo de serviço, deve ter acesso facilitado ao tratamento deles, e qual sua real finalidade, bem como saber quem irá manipula-los;

 

Esta foi nossa matéria sobre Privacidade Digital, esperamos ter esclarecido alguma de suas dúvidas recorrente a este assunto…

 

 

Para mais informações, converse com nossa equipe!

 

#15AnosÁreaLocal

 

 

Nenhum comentário :

Escreva um comentário:


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *