Olha (COM) quem está falando??

por Administrador - 17/04/2009 - 16:48

Quem hoje não tem uma conta de e-mail ou um cadastro de MSN? Assim vem a indagação sobre algo bem simples: Afinal, quando entra na Internet, você realmente sabe com quem está falando? Desde que surgiu a rede mundial de computadores, as formas de comunicação evoluíram, e continuam evoluindo, a velocidades espantosas.  Com a massificação do computador pessoal, os chats tornaram-se extremamente populares, desde as primeiras salas de bate-papos do UOL, Terra e Cadê, sendo atualizados para o ICQ, IRC, Skype, MSN, Talk, Twitter, entre outros..

Realmente é algo difícil de responder. Por mais habituado que você esteja ao teclar com seu contato preferido, será mesmo que é a pessoa com quem você gostaria de falar? Ou é alguém se passando por ela? Vai dizer que você nunca teve vontade de entrar numa sala de bate-papo, ou MSN, Talk, ou  ainda com um perfil de Orkut..  usando o nome do seu namorado, irmã ou colega de serviço. Com certeza você iria ficar sabendo de coisas interessantes.. Seria praticamente a experiência vivida por Glória Pires e Tony Ramos nos longas “Se eu fosse você“.

Junto a amplitude de serviços online, surgiu uma espécie de desindividualização do usuário onde é fácil se manter anônimo, fictício ou se achando um gif de desenho animado. Assim é simples criar e manuter falsos usuários ou personalidades, tanto em chats quanto em perfis no Orkut.

No princípio, era divertido alguém entrar com nick de “Rosa Solitária” ou “Príncipe Grego” em salas de bate-papo de relacionamentos. Mas diante de tantas facilidades, uso de imagens e afins, as pessoas extrapolaram os limites,  abusam de identidades, famosos e personalidades falsas, e assim se aproveitam de outros usuários, seja para usurpar financeira ou moralmente de alguém.

O resultado disso é o que vemos hoje: uma infinidade de perfis falsos, pessoas inexistentes. Sem falar da quantidade de animais super-dotados, plantas exóticas, objetos de tudo que é tipo e cores que possuem sites. E então voltamos a estaca zero: Afinal, quando entra na Internet, você realmente sabe com quem está falando?

1 comentário :
Sandro Alencar Fernandes:

Interessante análise. Realmente muitas coisas na internet seguem a antiga máxima de "Parece mais não é".

Escreva um comentário:


O seu endereço de e-mail não será publicado.