Macbook Air, o mais fino do mundo

por Administrador - 29/02/2008 - 08:00

Ao ver o lançamento do novo notebook da apple, o Macbook Air, me perguntei: Mas o que mudaram para ficar assim ? Pois é no site oficial da apple tem a resposta, acompanhe:


promo_macbookair_200801171.jpg


O que torna o Air tão fino ?

O MacBook Air é quase tão fino quanto um dedo indicador. Foram simplificados todos os detalhes possíveis, porém mantendo uma tela widescreen LED de 13,3 polegadas, um teclado completo e trackpad muti-toque grande. É incomparavelmente portátil, sem comprometer o tamanho do monitor e do teclado.


design_thinair20080115.jpg

O Air é o resultado de várias inovações para economia de tamanho e peso. Tudo foi considerado e reconsiderado tendo em vista a redução da espessura, desde uma unidade de disco rígido mais fina e portas de entrada e saída ocultadas de forma estratégica, até uma bateria de perfil mais reduzido.

design_keyboardair20080115.jpg

Concebido para aproveitar ao máximo o mundo sem fios. Um mundo em que a tecnologia 802.11n Wi-Fi é agora tão rápida e se encontra tão disponível que as pessoas estão, verdadeiramente,vivendo sem restrições — compram música e programas de televisão online, descarregam software, compartilham e armazenam arquivos na Internet.

design_displayair20080115.jpg

18 Comentários :
Sandro Alencar Fernandes:

Jonatan muito boa análise.... certamente há diferenças entre culturas, ruiquezas e educação. E é um desafio para qualquer governante ou pessoa diminuir as diferenças, principalmente sociais.
Ivan Rodrigo Borgonovo:

Sem palavras com essa discussão.
Karina Borgonovo:

Eita Remo. Não sabe falar sério mesmo!
Remo Carlo Bortoluzzi:

Nunca viram TV ou Celular ? Bom, seguindo o raciocínio do Ivan isto é normal e Todos estão proibidos de comprar qualquer equipamento da apple. Ajudem a salvar as baleias !!!
Jonatan da Costa:

Nossa pessoal, não deixem a globo escobrir vocês, senão o Alexandre Garcia perde o emprego. Minha opnião sobre isso tudo é a seguinte. Vivemos em um mundo de várias épocas. Alguns estão no século XXI e outros na II guerra mundial. Apessar do mundo ser globalizado, os paises não evoluem igualitariamente. Certos países tem que lutar para dar condições básicas para cada cidadão, outros precisam dar segurança pública e outros ainda atrativos turisticos. Cada país tem uma prioridade e necessidade diferente. Vocês imaginam que existem seres humanos e nunca viram uma TV ou celular? Para nós é algo que convivemos no dia-a-dia, mas para outro é algo fora da realidade.
Remo Carlo Bortoluzzi:

Karina, não é questão de concordar... é esclarecer que compra quem quer e quem pode...
Karina Borgonovo:

Legal! Agora todos resolveram concordar com o Ivan... Antes, as conversas não estavam sendo interpretadas deste jeito. Obs. Remo, aguardo seu post sobre a questão do meio ambiente. Abraços!
Remo Carlo Bortoluzzi:

Pois é pessoal, lendo os comentários, me despertou outra coisa, nessa evolução tecnológica, o uso destes equipamentos são benéficos ao nosso planetinha ? É, achei uma matéria interessante sobre esta questão de poluição do meio ambiente.... mas isto vai ser outro post...
Keidi:

Karina: Talvez possa ter parecido inveja... mas a intenção era fazer uma brincadeira com o Ivan. Da mesma forma que fazemos na empresa... deve ser minha forma de escrever, não devo estar passando a informação de forma correta. Voltando ao assunto de forma séria: Eu também concordo com o Ivan no aspecto de que os recursos econômicos estão sendo mais utilizados para fins tecnológicos e deveriam ser melhor repassados as causas humanitárias. Porém tudo depende de um equilíbrio entre desenvolvimento tecnológico (que pode auxiliar na qualidade de vida) e humano ("disseminar a educação, a leitura e a cultura" com disse o Sandro, para continuar a evolução da tecnologia).
Sandro Alencar Fernandes:

Aplausos.... Muito Bom....... Gostaria de contribuir com a discussão lembrando da Teoria de Charles Darwin sobre a Evolução Natural das espécies... Digo isso pois hoje, como sempre ocorreu, essa evolução está transformando as pessoas. E infelizmente temos sim muita gente sem o que comer e outros comprando o Macbook Air. Faz parta da evolução. O que podemos fazer.. Tudo o que estiver em nosso alcance para contribuir com nossa sociedade e nosso meio a fim de ajudar a diminuir essa exclusão. Como fazer, ajudando a disseminar a educação, a leitura e a cultura.
Remo Carlo Bortoluzzi:

Olá Karina... quem bom ver seus comentários, sempre com propriedade !!! Concordo com você em relação a não substituição da máquina pelo homem... claro que em alguns casos é inevitável. Mas imagine quantos pensando por trás disto tudo ? Quantos empregos, quantos avanços na medicina, na cura de doenças, etc... a vida é assim, uma balança, alguns perdem e outros ganham, mas isto muda se quisermos. Gostei muito quando você colocou que a tecnologia não vai salvar o mundo, concordo. Mas bem usada será uma ferramenta indispensável para ajudar os seres humanos terem uma vida mais digna. Até porque quem está acabando com o mundo não é a tecnologia e sim nós mesmos... Fica aí no ar uma mensagem desta discussão toda, espero que todos nós aproveitemos...
Karina Borgonovo:

Equipe Área Local, Faz tempo que não deixo uma mensagem no Blog de vocês. Mas desta vez não tive como deixar de adentrar nesta "discussão"... Concordo plenamente com o Ivan e com o Remo, discordo por total da Keidi. (...) O MacBook Air é quase tão fino quanto um dedo indicador(...) Legal! Mais uma inovação... Aqui podemos perceber que o desenvolvimento tecnológico avança em velocidade tamanha. Como diz meu amigo Remo: (...)"Compra quem pode e quem quer"(...) Certíssimo você Remo. Ainda bem que existem as pessoas de classe média e alta para adquirirem estes produtos. Quanto ao recado da Keidi: falo a mesma coisa que você. Quem lê o que você escreveu, entendeu assim: INVEJA! Aplausos ao Ivan! Enquanto uns estão morrendo de fome, outros criam máquinas super potentes. Daqui a pouco, daremos mais valor para essa realidade do que para qual realmente importa, porque tem gente lá fora que espera e precisa de uma realidade melhor. O que importa acesso à informação e conhecimento para alguém que precise no momento apenas de um simples prato de comida para sobreviver? Essa realidade não pode ser convertida em bits, mas é como um código de programa aonde você pode escrever, estudar, corrigir, testar, compilar, criando uma versão cada vez melhor. Temos essa vantagem, diferente de outros seres que vivem e agem apenas por instinto. A tecnologia vai salvar o mundo? Não, mas as pessoas também esperam isso dos governos, que tire proveito desse desenvolvimento em prol do seu, não apenas para o futuro já rico da internet. Toda essa realidade tecnológica, com toneladas de inovações em conjunto, nunca será mais importante do que a própria realidade, um aperto de mão, um beijo, uma imagem ao vivo, uma ajuda, diversão vívida. Sucesso à todos da equipe! Um forte abraço.
Remo Carlo Bortoluzzi:

O que é isso... um final de semana inteiro calculando a ajuda que deu ao governo... ótimo, são coisas assim que nos fazem contribuir com a roda da fortuna... Mas com 3.900,00 dava para comprar um apple...kkkkk abraço
Ivan Rodrigo Borgonovo:

Não querendo gerar polêmica, porém já gerando. Quis apenas expressar meu ponto de vista. Até porque num blog, acho que todos tem o direito de expressar sua opinião assim como vocês deixaram as suas. Porém não importa o que eu tenho, ou que quero ter, mas se querem se aprofundar no assunto, coloco que hoje tenho um ipod no valor de R$ 750 reais ganho de presente, e um computador no valor total de R$ 3.900,00 comprado com meu dinheiro. E o que isso significa? Significa que eu sou mais um desse mundo capitalista que esquece de recursos não-renováveis e adere a coisas talvez inúteis a minha vida ou para pleno lazer. Porém coloco por exemplo o ato de reclamar de meros R$ 2,48 descontados antigamente quando eu ia sacar meu dinheiro devido a CPMF. Fato que fez não só eu como muitas pessoas reclamarem. Seria necessário? Comparado ao R$ 3.900,00 do meu computador isso é 0,063%. Isso é minha justificativa ao mundo em que vivemos. Não me excluo deles. Desculpe o tumulto gerado. Abraço a todos.
Remo:

he he he é isso aí mãe mais fresca da Área Local... ensina esses caras a descobrirem o que há de melhor... Tô com saudades...
Keidi:

Hehehe... Ivan, quem lê o que você escreveu, percebe sua aversão a tecnologia. E nem sabe que você deve ter uma placa de vídeo no seu micro que custa tanto quanto seu iPod.
Remo:

Cara, garanto que tu ao invés de ficar chorando por 1,20 (que nem usa a condução), fica aí gastando muito mais num PC para chegar "quase" perto disto... Compra quem pode, ou quem pode e quer... abraço seu chorão...
Ivan Rodrigo Borgonovo:

Onde vai chegar isso tudo? É brincadeira saber que tem gente morrendo de fome em vários lugares, e uns infomaníacos sem nada pra fazer fazendo notebooks mais finos que folhas. Muito interessante, porém mais uma ferramente do mundo capitalista em que vivemos onde achamos um absurdo pagar 1,20 num passe de circular e normal pagar milhares de reais num computador que faz a função de qualquer outro. Inovações? Ótimo. Parabéns a eles.

Escreva um comentário:


O seu endereço de e-mail não será publicado.