Confira algumas das estratégias de Marketing Digital que vão alavancar seu site!

por Guilherme Beltramini - 24/06/2019 - 13:45

 

 

Para garantir um desenvolvimento sustentável e ganhar cada vez mais destaque no mercado, é preciso que as empresas busquem melhorias constantes. Atualmente, com o impacto da internet no modo de consumo das pessoas, estratégias de marketing digital são cada vez mais visadas, em especial, por permitirem um relacionamento diferenciado com os clientes em potencial.

 

 

 

Por se tratar de um tema amplo, o uso das estratégias acontece de modo combinado, para que a potencialidade das ações sejam extraídas ao máximo. Entre os principais métodos aplicados, é válido abordar:

 

 

 

1) Marketing de Conteúdo

 

O marketing de conteúdo contribui principalmente com o desenvolvimento da imagem da empresa e com a educação de mercado, pois os materiais produzidos contam com dados relevantes para o público-alvo.

 

São conteúdos elaborados em prol da atração, conversão e encantamento, que podem ser disponibilizados em canais variados, como site da empresa, redes sociais e no blog vinculado ao site principal, sendo essa a opção mais visada.

 

 

 

2) SEO (Search Engine Optimization)

 

As técnicas de SEO são aplicadas com o objetivo de otimizar as páginas da empresa para os buscadores, proporcionando assim uma melhor experiência para os usuários e detectação por parte dos bots, que são responsáveis pela indexação do conteúdo. Para isso, diferentes fatores são combinados, tanto fora quanto dentro da página.

 

Para uma melhor compreensão, é possível citar como exemplo um usuário que está em busca de uma máquina de fliperama e se depara com diversas páginas nos resultados. Naturalmente, as primeiras páginas e primeiras posições possuem um maior destaque e mais chances de receberem um clique. É por essa razão que as otimizações são cruciais para um posicionamento mais favorável.

 

 

 

3) E-mail marketing

 

Essa é uma das ferramentas mais tradicionais ao se tratar de estratégias digitais e sua principal vantagem é o fato de viabilizar a comunicação direta. É considerada uma opção versátil, um exemplo de cenário seriam empresas de consultoria ambiental que podem usar essa opção tanto para o fortalecimento da marca com clientes antigos quanto para nutrir a relação com clientes em potencial e conduzi-los para a decisão de compra  deste serviço.

 

 

 

4) Redes sociais

 

As redes sociais recebem grande destaque quando se tratar de engajamento, principalmente por favorecerem a influência e a comunicação. Neste contexto, a partir da identificação com os valores e o tipo de abordagem desenvolvida, o potencial cliente reflete os impactos durante o processo de escolha de uma marca, por exemplo.

 

 

A importância da segmentação

 

A segmentação está essencialmente relacionada com a otimização das estratégias de marketing e por essa razão, deve ser sempre priorizada. Trata-se do processo de dividir os consumidores em grupos distintos de acordo com fatores como comportamentos, hábitos, preferências e necessidades. Dessa maneira, é viabilizado o desenvolvimento de estratégias com maior precisão.

 

 

 

Isso se deve ao fato de que são dados estratégicos e que são aplicados para orientar a forma de comunicação da empresa. Por exemplo, a forma de abordar de uma clínica de psicologia nas redes sociais, claramente será diferente de empresas que trabalham com o aluguel de cadeira de rodas.

 

Com uma segmentação realizada de forma correta, é possível identificar critérios decisivos para a compra, desde a geografia até o estilo de vida. A partir desse ponto, o conceito de persona se destaca, já que por um lado o público-alvo tem ligação com definições econômicas, demográficas e sociais, a persona é a representação do consumidor ideal, sendo um perfil semi fictício que possibilita a compreensão das necessidades dos clientes.

 

 

Quais são as principais métricas?

 

Mensurar os resultados em qualquer tipo de ação nos empreendimentos é de grande importância para identificar quais são as melhores decisões a serem tomadas, essencialmente em relação aos ajustes.  Há uma série de parâmetros a serem analisados e até mesmo a análise de informações inadequadas pode comprometer os esforços dos profissionais. Algumas das métricas mais comuns são:

 

  • Taxa de conversão: porcentagem em meio as conversões e visitas;
  • Taxa de rejeição: representação de usuários que efetuam apenas uma visita;
  • Visitantes únicos: número de pessoas que visitam a página;
  • Sessões: grupo de interações na página.

 

 

Além dessas métricas, é importante abordar o ROI (Retorno sobre Investimento) e o CAC (Custo de Aquisição de Clientes). O primeiro caso está relacionado de forma direta aos lucros, pois corresponde às despesas e ao crescimento das vendas. Acompanhar essa métrica é imprescindível para analisar se as estratégias de fato estão dando lucro com base nos investimentos.

 

 

 

O CAC também conta com grande importância, principalmente ao considerar ao fato de que representa a ligação entre os gastos e o número de clientes. Trata-se de uma relação específica com o investimento necessário para conquistar um novo cliente.

 

 

É essencial que os profissionais responsáveis pela implementação das estratégias analisem quais são as métricas que devem ser monitoradas e que são cruciais para a empresa. O desenvolvimento efetivo dessa etapa, assim como as outras, pede cautela e é decisivo para a garantia de bons resultados.

 

 

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Nenhum comentário :

Escreva um comentário:


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *