Acesso digital à mão de todos: mobile cria laços e desbanca televisão

por Administrador - 07/04/2014 - 15:09

A televisão sempre liderou a audiência em lares e estabelecimentos comerciais, com entretenimento na programação durante todo o dia. Novelas, filmes, programas de culinária, esportes, telejornais e canais direcionados à música estão presentes na vida das pessoas há décadas. Mas, em meio à era tecnológica, os atrativos televisivos migraram para outros lugares: estão nos computadores e celulares.

Essa portabilidade possibilita ao usuário acessar todo e qualquer conteúdo na internet, esteja ele na rua, em casa, no shopping ou onde desejar. A tv foi substituída consideravelmente pelos aparelhos celulares, tablets e smartphones. A facilidade proporcionada por estas ferramentas levam o usuário a passar mais tempo diante as telas dos utensílios do que em frente a televisão. Quem aponta este resultado é um estudo realizado pela AdReaction, da Millward Brown, onde indica que nos Estados Unidos as pessoas gastam em média 151 minutos diários em smartphones, contra 147 minutos com o aparelho doméstico. Já os brasileiros passam 149 minutos por dia com smartphones em mãos e em média 113 minutos vendo tv.

As inovações tecnológicas tornam celulares, mobiles e computadores ferramentas importantes para a sociedade, quando as envolve em âmbitos direcionados a carreiras, profissões, relacionamentos empresariais ou pessoais. Aproxima pessoas a outras com apenas um clique. Possibilita a resolução de um problema, como o pagamento de uma conta, por exemplo, com um toque de tela. Tudo para facilitar a vida de uma geração tão imediatista.

Para os agentes digitais e web designers criar esse tipo de conteúdo é estar do outro lado da história, pois desenvolvem plataformas capazes de suprir a necessidade do usuário. As criações atendem as demandas de mercado e correspondem àquilo que as pessoas procuram.

Empresas aderem a sites com diferentes formatos para atrair clientela

Hoje, os sites contam com modalidades, onde o formato responsivo – tradução de Responsive Design – é uma das grandes promessas em webdesign. Consiste no desenvolvimento de sites que sejam capazes de se adaptar às diferentes telas. Ao optar pela utilização de uma plataforma com este formato, as empresas podem impulsionar vendas, conquistar maior acesso e criar uma proximidade com o mercado onde está inserido o setor. “Um site responsivo se torna economicamente viável quando pensamos em programar um site com uma “cara” que se adapta a várias resoluções, em comparação ao esforço de criarmos um site específico para cada tela. Também podemos garantir a melhor apresentação da empresa ou marca, independente da tela que é usada para visitar o site”, explica o gerente de operações da agência Área Local, Rafael Parma, de Rio do Sul, Santa Catarina.

A empresa Vexta, especialistas em soluções para gestão de indústrias de confecção e a cadeia têxtil, localizada na capital do Alto Vale, utiliza um site desenvolvido dentro do padrão responsivo. Segundo o diretor Carlos Alberto Longen a adesão da plataforma foi essencial. “Em várias situações o empresário, que é o consumidor do nosso produto, a fim de otimizar sua agenda, resolve assuntos e pesquisa soluções através do tablet ou smartphone. E ter o nosso site responsivo significa que ele terá a informação que precisa adequada ao dispositivo que está utilizando. E isso representa melhores resultados em nossas vendas.”

A comercialização de mercadorias pela internet, os chamados e-commerces, entram na lista de empresas que aderiram ao formato responsivo e mobile. Rafael acredita que para este segmento, a ideia é ainda mais relevante. “Em todos os casos, “o conteúdo é rei”, pois o site deve converter em compras. A garantia de que o usuário terá uma boa apresentação de toda a informação necessária para uma compra, independente do dispositivo que ele utilizar, amplia exponencialmente as chances de conversão. Em um celular, o processo precisa ser rápido, objetivo e claro”, detalha.

A criatividade, somada a agilidade e refinamento no desenvolvimento dessas plataformas traz outra inovação: o site mobile. Com este método de navegação, abandona-se o hábito de utilizar a internet apenas no trabalho, ou em casa, como forma de distração.  Agora, em apenas um sutil toque de tela, o redimensionamento para inúmeras páginas é instantâneo. “O site mobile garante a presença da marca, ou produto, onde os usuários estão e estarão cada vez mais num futuro próximo. A intenet está na palma de nossas mãos, sempre que necessária, sempre que sobra um tempo, em nossos celulares e tablets”, encerra Rafael.

Nenhum comentário :

Escreva um comentário:


O seu endereço de e-mail não será publicado.