A Língua Portuguesa agradece!

por Administrador - 07/08/2007 - 20:04

Recebi por e-mail um power point interessante com dicas sobre a língua portuguesa.

São coisas básicas, mas que com certeza muitos de nós erramos no dia-a-dia.

Não se diz Trezentas gramas (só se for a grama de um pasto).
Se você quer falar de peso, então é O grama: trezentos gramas.

De menor, de maior: é simplesmente maior ou menor de idade.

Beneficiente: beneficente – lembre-se de Beneficência Portuguesa.

“FAZ dois anos que não o vejo“ e não “FAZEM dois anos”.

“HAVIA muitas pessoas no local” e não “HAVIAM”.

“PODE HAVER problemas” e não “PODEM HAVER….” (os verbos fazer e haver são impessoais!!).

A PARTIR e não À PARTIR.

O certo é HAJA VISTA (que se oferece à vista) e não HAJA VISTO.

Não se diz, “eu vou ESTAR mandando”, “vou ESTAR passando” ou “vou ESTAR verificando”,
e sim, “eu vou MANDAR”, “vou PASSAR” e “vou VERIFICAR”.

Da mesma forma é incorreto perguntar: COM QUEM VOCÊ QUER ESTAR FALANDO?
O correto e mais simples é: COM QUEM VOCÊ QUER FALAR?

Texto sem autoria

6 Comentários :
Maria Aparecida P. da Rocha:

Porque as pessoas,comunicadores de TV e de Rádio dizem "gratuíto,ostoporose, adevogado,rúbrica,tinha chego, tinha trrago,perguntar às pessoas:como chama? e não, Qual é seu nome?,Autópsia e não necrópsia".Eu aprendi ,necrópsia,porque o cadáver não auto examina.
Remo:

Bem colocado Aurélio. este tem está muito dividido pelos principais especialistas da língua portuguesa em nosso país. Uns defendem o "estar digitando" e outros o "digitarei", basicamente é questão de escolha, que cá para nós: para que inventar ?? Parece aquelas provas de primário onde colocávamos mais palavras possíveis para dizer que sabíamos do assunto... he he he
Aurélio V. Schuelter:

Corretíssimo Remo, no entanto, o vício na linguagem é utilizar esta construção com o verbo "estar", o que dá a impressão de que a ação nunca vai terminar. Por exemplo, você pode dizer "eu vou ficar digitando" e assim estará correto, mas dizer "eu vou estar digitando", soa estranho porque é muito mais simples dizer "eu vou digitar" ou "eu digitarei". Consultando na Wikipédia, encontrei a seguinte descrição: "Gerundismo é uma locução verbal que consiste no uso sistemático de verbos no gerúndio, estigmatizada porém graças ao preconceito lingüístico, uma vez que a construção está de acordo com sintaxe do português, sendo absolutamente gramatical." Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gerundismo
Remo:

Pois é Sandro, mas você sabia que usar o verbo no infinitivo e o gerúndio em seguida está correto ? Fiquei pensando nisto, o problema é que fica esquisito mesmo falar assim, o mais simples realmente soa melhor. Mas são as variações da nossa língua portuguesa.
Sandro Alencar Fernandes:

É isso mesmo. De uns tempos para cá o que mais tem me chamado atenção nas falas, conversas e leituras tanto pessoalmente quanto na rádio e na TV é o "gerundismo" (se é que existe esse termo....hehehe). É muito mais simples e bonito falar e escrever - Eu vou enviar ou eu falarei em seguida do que eu estarei enviando ou e estarei falando. Venho me policiando e aproveito para citar a frase postada a poucos dias no entre aspas " Nós somos o que fazemos repetidamente. A excelência não é um feito, e sim, um hábito. (Aristóteles)".
Remo:

Gostei Aurélio, muito bom sabermos um pouco mais da nossa língua. Pena que os arquivos em PowerPoint que recebemos, na maioria vem com erros fantásticos. Outra dica boa é assistir ao "Programa de Palavra" no canal SESCTV, número 14 para quem tem TV a cabo em Rio do Sul. Nele, além de dicas, possui entrevistas com profissionais que lidam com a escrita, leitura, etc... vale a pena conferir... um abraço e vamos estar continuando comentar... he he he

Escreva um comentário:


O seu endereço de e-mail não será publicado.